Av. Ana Costa, 296, 3º Andar - Campo Grande - Santos/SP


Av. 9 de Abril, 2.950, Térreo - Vila Nova - Cubatão

Exames


Densitometria Óssea

A densitometria óssea é um exame que mede a densidade mineral dos ossos a fim de compará-la aos padrões da idade e sexo do paciente. Através dessa comparação é possível tratar a osteoporose e outras doenças que atingem os ossos. A densitometria é o único método seguro para avaliação da massa óssea e predição de fratura óssea.

Para se realizar o exame, que dura de 15 a 30 minutos, não é necessário nenhum preparo especial ou jejum, apenas deve-se evitar remédios que contenham cálcio. No momento do exame, o paciente fica deitado sobre uma mesa, do modo orientado pelo técnico, e permanece imóvel, enquanto o tubo de raios X passa sobre o corpo, fazendo medições.
Os idosos são os mais afetados pelas doenças nos ossos, principalmente, a osteoporose, por isso, a densitometria óssea deve ser realizada periodicamente (pelo menos uma vez por ano) por mulheres acima de 65 anos e por todos os homens acima de 70 anos. Além desses, também se encontram no grupo de risco:

• Mulheres na pós-menopausa;
• Pacientes com doenças da tireoide;
• Pessoas com história familiar de fratura ou de osteoporose;
• Fumantes, sedentários ou etilistas;
• Pacientes com doenças reumáticas, cálculo renal ou doença gastrointestinal, bem como aqueles em uso constante de corticosteróides.

O que é Osteoporose?
A Osteoporose é uma doença que atinge os ossos. Ocorre quando a quantidade de massa óssea diminui substancialmente e torna os ossos fracos; acomete principalmente mulheres após a menopausa.
A doença progride lentamente e raramente apresenta sintomas, por isso a necessidade de fazer o acompanhamento médico e exame de rotina.

Prevenção
A Osteoporose pode ser evitada se a perda óssea for detectada cedo, por meio do exame de Densitometria Óssea. Como ajuda à prevenção, os seguintes fatores de risco devem ser evitados:
• Dieta pobre em cálcio;
• Falta de atividade física;
• Bebidas alcoólicas;
• Fumo;
• Determinados medicamentos, como os corticosteroides.

Uma pessoa com Osteoporose pode viver ativa e confortavelmente se procurar cuidados médicos e fizer algumas adaptações em seu estilo de vida. O médico pode recomendar uma dieta rica em cálcio, um programa regular de exercícios e tratamento medicamentoso.